quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Conhecendo a Galera do Carveboard Juiz de Fora

Ela conheceu a galera do carveboard por acaso em um pedaço de jornal. A curiosidade foi a grande motivação para que dentro de poucos dias ela entrasse em contato e desde então não desgrudasse. A caçula do grupo, radical por natureza conheceu outros esportes de prancha antes de se identificar de imediato com o carveboard. Segunda carvegirl de Juiz de Fora, posição que já impõe respeito, - mostrando que o esporte motiva também as garotas radicais -, já demonstra muita intimidade, resultado de muita base adquirida com anos de skate street e longboard. Se os rolés e os tombos com o longboard já deixavam sua mãe de cabelo em pé, agora é que ela perde o sono por completo. Marianna promete dar trabalho ao pessoal e principalmente a outra integrante da equipe, claro que no maior clima de amizade sem nenhuma rivalidade somando pontos para todo o grupo.



Nome: Marianna Carvalho
Apelido: Mari
Modelo do carve: Urban Surf Board (UsBoard)
Tempo no esporte: Desde Agosto 2008
Local ideal pra praticar: Estrela Sul, rua do Play
A melhor galera para um rolé: Os pioneiros do carve em Juiz de Fora
O som do carve: Offspring - The Kids Aren't Alright
espelho no esporte: Comecei andando de skate street, e sempre me espelhei no Bam Margera, já no carve, não conheço muita gente, mas o China sendo o maior incentivador do esporte é em quem eu me espelho
Melhor manobra: Ainda estou em desenvolvimento
Meu estilo: Ainda no surf clássico
Se eu tivesse todo o tempo e dinheiro do mundo: Viajaria por todo mundo, tentando conhecer o máximo de esportes radicais possíveis
Eu e o carve no futuro: Espero continuar andando e aprendendo cada vez mais, fazer do carve não só um esporte mas um estilo de vida, e que minha empolgação pelo carve não acabe.


Quer fazer parte da equipe andando de carve coma gente e ainda aparecer por aqui? Entre em contato com a gente.

4 comentários:

china disse...

fico linsojeado quando ouço alguem falando que se inspira em mim. acho que daqui uns anos eles irão construiri um monumento em minha homenagem. hahahahah

o meu objetivo é motivar a galera e tornar o rolé sempre mais legal.

abraços

vitorbarcelos disse...

ela gosta mesmo é de tacar pedra na cabeça dos companheiros!!!
essa menina promete

Mari disse...

Cuidado comigo se não leva
pedrada na cabeça!!!
hehehehe

Edson Campos disse...

Quando a PEDRITA chega dou logo um jeito de colocar meu EPISR (Equipamento de proteção individual super reforçado, pois minha cabeça está doendo até hoje, brincadeira todos sabem que foi um acidente, a Mari é assim rápida no long e clássica no carve (por enquanto), Seja bem vinda ao nosso grupo e bons drops....Abração..